[RP] Symbiosis

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Sab Jan 16, 2016 12:13 pm
SYMBIOSIS
A RP se passa em Ponta Tempestade, durante o período de início de noite. Esta é uma RP Fechada entre Cruella Stark e Jamie Baratheon.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Sab Jan 16, 2016 1:13 pm
One night and one more time

Inquieto sentado sobre uma cadeira na sala completamente vazia, exceto pela a existência dele. Tédio o consumia como um esfomeado devora a carne, pensou e suspiro com seu corpo inclinado sobre a mesa de madeira logo à frente. Seu cotovelo esquerdo apoia-se ao móvel e a mão desse lado é usada para repousar o queixo enquanto os dedos destros batiam em uma sequência rítmica, um sonoro musical era reproduzido com o tocar, porém não é algo que deve-se ter relevância. Elevou as palmas até a face e coça os olhos para despertar do sonho. Não tem sonho nenhum.
Suas nádegas foram tiradas do local donde pousaram e o moreno Jamie Baratheon locomoveu-se pelo o castelo de sua família, talvez nele achasse algo que valha a pena correr atrás. Ponta Tempestade não permite a passagem de vento, assim, não desfrutada do gélido ar que poderia ter vindo do norte. Com o passar do tempo devagar e passos sonolentos, seus claros olhos puderam vislumbrar uma figura desconhecida de cabelos loiros claros.
A certa distância ficou a encarando por alguns instantes até resolver aproximar-se da mesma e posicionando à sua fronte. – Nova por aqui? – perguntou fitando-a por inteira e reparando que é bela formosa moça. – Posso ajudar em algo? - sua visão direcionou-se aos claros olhos da jovem.

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Sab Jan 16, 2016 2:10 pm
Desconfortável com o atmosfera ainda mais cálida da manhã, sente falta do Norte. Não que as instalações não fossem agradáveis, e nem mesmo um servo lhe tratara com desfeita ou descortesia, mas a falta de sua loba, Lariel, e da frigidez das brisas que sopravam sutil e incansavelmente por seu rosto lhe dava uma certa sensação de abstinência. Suportavelmente, um deles seria trago na próxima semana aos bons tratos dos serviçais da Lady Stark. Cruella não havia visto a Rainha Myrcella II, estava fora por um mês, mas como uma boa ariana, a loira não ia voltar de mãos vagas; assim que anoitecera, tomou a decisão de andejar pelos corredores atrás de algo que lhe fornecesse nem que fossem as mais sórdidas informações - especulações ou não, já seriam de seu agrado.

Trajada de forma impecável, com um vestido leve e translúcido em regiões estratégicas e específicas, comportava suas belas madeixas perfeitamente alinhadas e trançadas sob fios soltos e delicados que tornavam o rosto de Cruella ainda mais formidável. Com o olhar suspicaz e mortaz, saíra de suas acomodações fixando as pupilas frígidas no rosto de um doméstico que lhe olhava de mais, afastando os lábios (para tudo tem sua primeira vez): "Você não tem obrigações para por em dia, ou prefere ficar me apreciando de forma ridícula?", acatando os ombros, o homem travara a respiração com coação e continuara seu caminho sem nem olhar para trás, lamuriando perdões que não significavam nada para a loira. Assim que voltara-se os olhos para a outra extremidade, o que vê é a aproximação de um mais alto, erguendo uma das sobrancelhas, "Olha só...", sibilou já convencida de que os comentários sobre sua beleza eram reais.

Ele se aproximou outrora, e esboçando melhores expressões, ela sorrira, provocando traços delicados no canto direito de seus lábios: "Sim, Cruella Stark, é um prazer.", cumprimentou-o com uma saudação, se curvando de modo longínquo e aproveitando-se para analisar-lo de forma mais discreta. Olhou-lhe então, nos olhos. "Não estou atrás de nada muito específico, e o senhor?". Os beiços róseos expandiam ainda mais o sorriso.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Sab Jan 16, 2016 2:46 pm
One night and one more time

Silêncio longínquo que expõe sensação de desprazer com algo, descontentamento em relação à falta do que fazer na calada da noite, no ascender de luz lunar acompanhado por chuviscos luminosos presos aos céus pós-crepúsculo. Ele gostaria de conhecer palavras tão belas que pudessem chegar aos pés da beleza da desconhecida Lady logo à sua frente. Pensou no que diria caso a conversação prosseguisse.
Tinha calado-se depois das duas questões que havia feito até receber da resposta acompanhado por um delicado sorriso nos lábios da Lady Stark,  assim como nos do moreno. - Jamie Baratheon, o prazer é todo meu. - cumprimenta-a com um saudosa benevolente reverência de curvação de corpo para frente respeitosamente. Recompôs a postura. - Somente algo para fazer. - respondeu a pergunta com um fraco sorriso lapidado nos finos róseos lábios do Baratheon. - O que traz a Lady até aqui Ponta Tempestade? - continuo com uma solene expressão em sua face. - Ah... - pausou. - Desculpe, está perdida? Quer que a leve até um lugar específico?

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Sab Jan 16, 2016 3:09 pm
Não pôde conter o riso, mordendo o lábio ínfero para abafar a voz: "Não, não. Não sou uma Lady, senhor. Sou filha de Sor Rickon Stark e Lady Zephora Kolkisven, ramo secundário para o meu azar.", e ainda que Cruella sentira-se lisonjeada por mostra-se como uma, não podia por casualidade aceitar uma virtude que não lhe servia - aliás, fora sarcástica no que sibilara no porvir. Fitava os olhos límpidos do mais alto: "Vinha para falar com Rainha Myrcella II, e por mais que soube que não estaria, preferi vir da mesma forma, afinal...Quem sabes, não? Tua família tem atiçado minha diligência.". A loira ainda não se conformara com o quão belo era o homem em sua frente. "Pode me acompanhar para uma caminhada pelos jardins, o que acha?". No momento, estar com ele seria ainda mais interessante do que poderia supor e, quem sabe, ele iria-lhe servir como uma boa companhia.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Sab Jan 16, 2016 6:20 pm
One night and one more time

O beiço foi entortado, a cabeça inclinada até posicionar-se em diagonal, confundiu-se sobre ela ser Lady. Não é? Aparentemente não, é descendente do ramo secundário dos Stark’s. – Entendo-te, também sou fruto da linhagem secundária. Sou descendente de Sor Edric Baratheon e Lady Talla Tarly. – desviou o olhar para o canto esquerdo ao mesmo tempo em que lentamente erguia seu destro braço e puxa a mecha de cabelos morenos para detrás a sua orelha. Retornou seu olhar até a loira pouco antes de ela dizer por qual motivo viera até Ponta Tempestade, o moreno então franze o cenho, porém, relaxou a musculatura facial logo após exibindo sua sobrancelha esquerda arqueada mais acima que a outra. – Te acompanho sim... Os jardins são por aqui. – fala, andou junto a ela até o objetivo com uma rota que pegaram logo a esquerda do local de onde se localizavam antes.
A diversidade de plantas acolhidas é impressionante, pensou isso enquanto caminha calmamente pela a área ao lado da jovem Stark. Parou em certo momento, curvou os joelhos e, assim, agachou-se, seus membros superiores trajaram até uma rosa vermelha, a qual pegou-a pelo o pedúnculo que fora quebrado e que não há espinhos. Se firma ereto sobre o solo e virou-se para a loira. – Para você, uma linda rosa para uma linda garota. – entrega-a a flor com um discreto sorriso estampado nos lábios.

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 5:06 am
Os olhos primorosos da Stark desafixavam-se dos do mais alto, descendo pelo seu rosto; mandíbula, lábios. Ele era senhor de uma beleza não muito notada nos seus familiares, não tão belos como os Tyrell, diz em sua cabeça, ainda que estivesse outrora fascinada com as feições do moreno. Além do mais óbvio, ele lhe concedera informações interessantes, até, mas queria ouvir mais sobre, tão logo, sua ascendência e descendência. A Rainha Myrcella II não estaria mais em sua prioridade ao longo de sua condição de hóspede. Sorrindo, e pondo uma das mãos em seu ombro para então se aproximar suficientemente, Cruella olhou para ele: "Vamos, então.".

O caminho de cá para lá não fora muito longo, e rendera à loira uma boa noção dos arredores e suas instalações. Não haviam muitos vassalos acordados pelos corredores, mas em sua maioria, foram muito respeitosos e complacentes com a presença da Stark e seu acompanhante, bem mais do que o servo que lhe fitara em uma situação posterior. Assim que se aproximaram da saída, Cruella esbanjou um sorriso satisfatório em seus belos lábios assim que sentira o aroma da flora tão liberta em sua frente; compararia sua perfeição com as matas do Norte, mas não haviam suas flores preferidas para adornar-lhe a visão. Soltando-se do homem, andara mais a frente com benevolência, olhando-o de sobressalto como se requisitasse a permissão para que se afastasse por pura cortesia, não que ela não o fizesse se bem quisesse.

Outrora, após parar de fronte a toda a extensão do bosque, fora apreendida com uma bela flor em frente ao rosto; ele a coletara para ela mais para trás, possivelmente. Agradecida, arrastou levemente os dentes pelo lábio ínfero e molhou-o com a língua. Sentindo o aroma de suas pétalas, pôs a mão destra sobre a dele e a deslizou por seus dedos, antes de se apossar da linda rosélita; "Obrigado, Jamie.", diz, e logo estende os olhos para os dele, virando-se em sua direção. Uma brisa suave soprou levemente contra seu rosto, deslocando fios aloirados de suas madeixas para frente de seus olhos.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 5:54 am
One night and one more time

Imaginou um bardo desconhecido empregado em uma taverna qualquer localizada no meio do nada com a finalidade de declarar poeticamente cantigas de histórias e vivências de alguém e/ou um grupo de pessoas, sua mente desenhou-o com uma pintura, onde nela o mesmo estaria verbalizando belamente o cenário de um dos atos da peça que é a vida, o qual um casal de recém-conhecidos são os protagonistas; “a arte imita a vida”.  Como dito anteriormente, o trajeto que tomaram desde o local de onde se encontravam ambos até a área ocupada pelos os vastos jardins não foi longa caminhada, no entanto, permitia haver o vislumbre dos belos arredores do castelo sob a forma de uma gigante torre.
Na entrada do horto a loira tomou certa distancia e lapidou um sorriso nos lábios, além de exibir uma expressão de contentamento ao apreciar o aroma emanado pela variedade de flores ali presentes, ao menos pensou que a mesma tenha feito isso. Andou até a jovem Stark, tentava acompanha-la, porém, fácil não era. Deu-a uma flor de rosa vermelha após alcança-la; um sonoro melódico fora escutado por ele, esse que era um agradecimento. – De nada, Cruella. – disse com a visão fixada aos translúcidos olhos dela. Logo em seguida, as mechas dançaram conforme uma brisa conduzia e posicionando-os a frente do semblante da mesma; o mesmo avançou lentamente até as madeixas e puxando-as para detrás às orelhas, removendo-as do belo e lindo rosto de Cruella. – Pronto... – sorriu com as palmas a tocarem delicadamente as maçãs faciais de moça, as afagando.

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 6:38 am
Afastou os lábios. A mão do mais alto tocava-lhe o rosto com delicadeza, e o contato de seus olhos com os dele exalavam uma situação constrangedora para a loira, e não sabia se deveria se afastar ou não. Estava conscientemente sem reação. Mas assim que seu coração saltou em seu peito, pôs sua destra sobre a dele, descendo-a e deslocando-a de sua pele; "Você é gentil.", diz, sorrindo belamente, conforme desfaz sua proximidade para com o moreno. Não era correto almejar sequer um centímetro do corpo de um homem do qual não tinha nem uma intimidade, por mais que soubesse mais dele do que o próprio. Só deves aproveitar de sua companhia, nada além, conservara em sua mente, afastando as pupilas da visão de seu rosto para as pétalas frágeis da flor que ele lhe dera.

Por ora, seu rosto se tornava rubro.

Isso já era extremamente inaceitável: ela não podia expor nem uma fraqueza, seja pelos movimentos ágeis e meticulosos do homem, seja por sua voz e intensões - se caso houvessem. Respirando lentamente, virava o rosto afim de não deixar claro o rubor em sua pele.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 7:09 am
One night and one more time

Não há o que saber, somente o que sentir. Percebia que o órgão que bombeia o seu sangue, vulgo, coração, batia aceleradamente e, assim, o corpo aquecia gradativamente com o correr dos segundos.  Respirou profundamente e engoliu um seco, nervoso. Ela comentou que ele é gentil, talvez fosse, mas crê que não, seria como um espírito que se liberta só na presença da moça. Suas mãos forma descidas e o toque nas laterais da face é desfeito, a vê desaproximar.
Sua respiração está ofegante, porém, silenciosa. Olhou para cima, cerrou as pálpebras, pensativo. Imaginava se teria feito algo errado. Mordiscou o seco lábio inferior, deslizou os dentes pelo o mesmo até percorrê-lo inteiramente, depois, umedeceu o local com uma passada da língua. Puxou suas mechas morenas para trás com o uso de ambas as mãos enquanto tem seus olhos voltados a ela.  
Parecia entreter-se com a rosa que antes ele a dera. Desviou o olhar e aproximou-se vagarosamente de Cruella, e a envolvia em seus braços. – ... – não tinha o que dizer, só atos a demonstrar, ações puras e delicadas, além de sensações e sentimentos.  

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 7:32 am
Erguera os olhos só por um momento furtivo, podendo vê-lo passar as mãos pelos fios de seu cabelo, deslizando-as, e voltando a olhar novamente para ela; ele também não expressava estar muito confortável com a situação, mas ao abraçar-la, demonstrava claramente que era um ato de desculpas, ou não. Cruella se via entre os braços do maior, e seu rosto em contato com seu peito; as mãos soltaram a bela flor que carregava com sigo no solo, e vagas, com hesitação, apoiaram-se em seu torço, sentindo os músculos abdominais do mais alto se enrijecerem com o toque delicado. "O que você...O que você está pretendendo, Jamie?", falava com solicitude, sentido a respiração tornar-se cada vez mais lépida.

Os olhos da loira não o olhavam nos olhos assim como os dele evadiam-se dos dela.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 8:17 am
One night and one more time

Não pensa corretamente, mas tê-la em seus braços é uma sensação confortante. Podia sentir a suavidade da macia pele da loira mesmo sobre a vestimenta que ela traja. Queria pedir desculpas por tudo, mas não conseguia gesticular palavras, os lábios tremeriam logo falar a primeira letra, então permaneceu quieto ainda a abraçando. O rosto da loira toca o tórax do rapaz. O Perguntou o que está pretendendo.
Silêncio apossara-o, suas cordas vocais e o seu maldito nervosismo não o deixariam responder a pergunta. Erguera uma das mãos até semblante da moça Stark, onde elevara-o a partir de um movimento para cima no queixo, assim, virando o rosto da mesma em direção ele. – Isto... – sussurrou com os lábios entreabertos, abaixou as pálpebras enquanto aproxima sua boca à dela.


Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 8:39 am
Franzia ambas as sobrancelhas assim que a mão do maior lhe tomara o rosto, erguendo-o em sua direção; espalmando a sua própria em seu peito por reflexo quis afastar a proximidade, mas seus lábios foram selados pelos dele, molhando-os com a língua que lhe apoderava a boca. A loira ainda quisera opor-se ao beijo do mais alto, só que com os segundos se tornando um minuto, a Stark já mal raciocinava corretamente, fechando as mãos no nas vestes do moreno em forma de punho, relaxando as feições do rosto de relutância. O que estava acontecendo, pelos Sete? Assim que não havia mais ar para que os dois continuassem, Cruella andejou para trás, pondo a mão sob os próprios lábios, soltando-o.

"Isso não foi certo.", quis não concordar com o que havia feito, mas em remanso, não desejava ter o dito.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 8:56 am
One night and one more time

Via o franzir do cenho ao erguer o belo delineado rosto da jovem, além de ter o toque do palmo em sua fisionomia com a finalidade de tentar afastá-lo. Então, avançou sua face lentamente à dela. De início, a loira queria fugir do beijo que ele selara nos lábios róseos da mesma, entretanto, os segundos tornaram imperceptíveis, parecia ter ocorrido um salto no tempo, porque saborearam a língua um do outro por minutos, tiveram de parar para recuperar o fôlego. Aquele beijo o fez perder-se no mundo, deixou-o sem rumo, sem trajetória, viver sem o mesmo não valeria a pena viver.
Cruella caminhara para trás, afastava-se dele e ponderava que não era certo o que foi feito. – Eu sei... – ficou cabisbaixo, queria acreditar no que ouvia de seu coração sobre o que a jovem Stark comentou: “É mentira”. A franja caiu à frente do rosto até ele separá-la para deixar a face à mostra enquanto, agora, fita-a. – Não gostaste do beijo? – questiona com certa relutância.

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 9:13 am
"Isso não...Vem ao caso.", respirou ao responder, perpassando a mão dos lábios delicadamente, olhando para ele. Os olhos límpidos e translúcidos da loira acomodavam pupilas fixas em seu rosto, e as sobrancelhas sobre eles não formavam nem uma expressão exatamente concisa, deixando os sentimentos da Stark submersos em seu próprio corpo, como era de ser; como sempre foi. Fora uma falha dela deixar-se seduzir pelo homem em sua frente, afinal, se ela realmente quisesse um beijo, tinha muitos como ele à sua disposição; mas por uma razão que não lhe vinha a mente, ela não concordava em compará-lo esses supérfluos. A boca de Cruella volta a abrir, e fala: "Querer nem sempre é poder, vossa Alteza.".

Ríspida, não era o que ela queria. A noite se sobressaltava entre ambos os corpos, ressaltando os traços mais sedutores de ambos; a lua queria superfaturar suas belezas neste dia, como ela poderia ser tão vil? A Stark então, tornou os lábios rentes, e transferiu seu olhar para a aproximação de guardas, que provavelmente, estavam atrás deles. Eles poderiam fugir ainda, se quisessem, e viver o mais sórdido amor por entre a flora concebida, ou então, se entregar ao que moralmente, seria o certo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 9:39 am
One night and one more time

A pausa que fizera ao responder-lhe a questão sobre o beijo deixara-o inquieto mentalmente, pensamento sobre o que queria dizer por completo a resposta, no entanto, não acerta a chave do molho que corresponderia àquela fechadura. É um cadeado perigoso. Ignorou seus insanos compulsivos devaneios, optou por somente a fitar os olhos translúcidos da Stark, essa que soltava uma frase provavelmente irônica. – Guardarei tais palavras em minha memória, Milady. – indagou sarcasticamente com um profundo sugar de ar que viajou por todo o seu sistema respiratório.
A lua já era um escudo espelhado pintado em uma atmosfera umbro já em tal hora. Que horas seriam? Não percebeu o tempo passar, já poderia ter passado de meia-noite e para o moreno ainda seria início do anoitecer. Aquela esfera estampada aos céus gera um cenário tanto romanticamente sensual quanto perigoso. Um som ecoou nos ouvidos do Baratheon, eram os guardas, talvez buscassem pelo o par ali. – Venha... – estendera a mão em direção à jovem, caso tivesse o membro agarrado, levá-la-ia até o meio dos jardins, local onde os militantes não os procurariam na calada da noite.  


Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 10:05 am
Cruella Stark. Filha única de Sor Rickon Stark, e ainda mais, de Lady Zephora Kolkisven, uma das mais belas mulheres nascidas no Norte; uma das únicas a conduzir o marido a muitas glorificações antes de sua morte. Que fora martirizada por ser um conjunto de beleza e virtude, complacência, isenta de pudor em suas falas, ou na cama, com Sor Rickon. De seu ventre, uma loira tão mortaz como a mãe nascera, e após ter alcançado as mesmas características frígidas, estava entre fugir com um homem que mal lhe beijara por mera sedução, ou preservar sua boa moral que se arrastava em seu peito. Assim que Cruella tocara a mão do maior, tornara-se tão mais próxima de sua mãe como nunca supusera.

Os dois correram pelo bosque em direção ao jardim, deixando para trás os guardas que caçavam-os - e que teriam de voltar para seu Lord, e falar que não os achara. Quem sabe as consequências que eles iam de arcar por uma fuga romântica absurdamente tola e primaveril. Lá, ela estava só com um moreno que conhecia de mais, e mal sabia-a de rosto; não havia volta, havia?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 10:27 am
One night and one more time

Os serviçais militares da Ponta Tempestade deviam perguntar-se onde ambos teriam se escondido. Seria impossível procurar por toda a extensão do castelo dos Baratheon’s por uma só noite, restava-lhe retornar ao Lord e dar-lhe a notícia que o par simplesmente sumiu. Se for errado fugir junto a ela, ele não quer ser certo então. Atravessaram o bosque de mãos dadas, assim, mais tarde, alcançaram o centro dos jardins.
O membro da mesma é largado por ele delicadamente. Seus claros olhos percorreram o local por inteiro com perspicácia a partir perspectiva que tem do lugar onde está parado, concluiu estarem somente os dois a sós. Malicioso, seu olhar voltara-se a Cruella. Mordeu o lábio inferior e seguiu com o arrastar dos dentes sobre o local no sentido de para dentro da cavidade bucal. – E agora, Milady... – passou o polegar pela a extensão horizontal da esquerda para a direita do beiço antes mordiscado.  


Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 10:46 am
"Então? O que quer dizer com isso?", Cruella sabia muito bem o que queria dizer; os olhos lascivos da Stark deslizavam por todo o corpo do mais alto, prestando atenção em cada traço, ou músculo exposto. A boca  do moreno lhe atraía de forma promíscua conforme ele mordia-a com certa vontade e desejo, um pelo qual exalava de seu olhar e compostura. Mantendo-se em uma proximidade considerada suficiente, estufou o peito ao respirar, e soltou o ar de seus pulmões logo após, revezando entre fixar seus olhos em seu rosto, e na possível aproximação de um guarda avulso aos que se foram, ou um mero servo. "Foi só um beijo, Alteza, não se apaixone por algo tão simplório...".

A loira era insensível, mas provavelmente era como ela gostava de o provocar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 11:03 am
One night and one more time

- Não sei, diga-me você. – após escorrer o polegar por todo o lábio, desceu-o juntamente com o membro por completo. Bagunçou seu cabelo com a mão que não tinha sido usada anteriormente, eles são arrastados para trás. Percorre a fisionomia da jovem com um voluptuoso olhar, reparando em suas curvadas perfeitamente lapidadas, os delineados carnudos lábios roseados, os lascivos límpidos glóbulos oculares. A mesma parecia enterrar o seu desejo por algo ou por alguém, Jamie não seria diferente, ou seria?
Inclinou o rosto com um sorriso sarcástico ao escutar o que ela dizia. – Então depois de uns três ou quatros beijos, Milady, transformamos esse “simplório” em libido. – cada palavra é tão maliciosa quanta aquela que a antecedia, além de ser uma provocação.    

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Dom Jan 17, 2016 11:30 am
Ela ri, novamente. Aproximando-se, Cruella molha os lábios e então põe a mão sobre o rosto frígido do maior, pois por mais que Ponta Tempestade não fosse frio, tornava-se mais gélido ao anoitecer; os dedos deslizaram delicadamente por sua pele, de lá, até seu pescoço, arrastando-os para a nuca posteriormente. Sorrindo, afinal, ela se esticara em sua altura: "Líbido. Você acha que pode tornar líbido um beijo sob a boca de uma Stark, senhor? Porque não me prova se és tão possuidor dos prazeres de uma mulher?", ela soara rouca bem próxima ao seu ouvido e, sutilmente, a alça de seu vestido descia por seu ombro; um beijo depositado ao lado dos lábios do moreno selavam o confronto que ambas as bocas iam de proferir.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jamie Baratheon em Dom Jan 17, 2016 11:50 am
One night and one more time

Um desafio é proposto (?). Sua mente maliciosa imaginou diversas cenas de como e o que aconteceria em seguida, tudo em questão de breve curtos segundos. Já exatamente o que fazer no momento que sentira o toque em seu rosto e se arrastara caridosamente até a nuca do rapaz. Não soltou uma palavra para responder a questão impostar pela a mesma, faria melhor uso de sua língua. Entreabriu seus lábios quando percebeu a aproximação dos dela, um beijo então é selado e compartilhado pelo os dois. Tão saboroso gosto há quando as línguas do par entrelaçam-se uma na outra e ficam a disputar quem invadira a cavidade doutro. Pegou uma das pernas da jovem pela a coxa e a pôs ao lado da cintura dele, apalpava a região enquanto prolonga a osculação e sugava o ínfero lábio da Stark, mordiscando-o.   

Say a prayer but let the good times roll
Lexa & Maya


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Cruella Stark em Seg Jan 18, 2016 9:43 pm
WINDS OF WINTER
just now


RP FINALIZADA

robb stark

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum